Novo eSocial Simplificado, entenda tudo o que mudou!

Projeto do governo federal, criado por meio do decreto 8.373 de 11 de dezembro de 2014, o eSocial (Sistema Simplificado de Escrituração Digital das Obrigações Previdenciárias, Trabalhistas e Fiscais) é uma ferramenta que tem o objetivo de consolidar a entrega todas as informações trabalhista de uma empresa. Esse sistema, que foi desenvolvido pelo governo federal, passou a ser obrigatório a todas as empresas a partir do dia 1º de julho de 2018.

Com o objetivo principal de reduzir o índice de sonegação relativas aos empregados, o eSocial simplifica a entrega de informações a Receita Federal, Ministério do Trabalho, Previdência Social e Caixa Econômica Federal.

Após alguns anos de vigência, o eSocial passará por uma modernização, que busca eliminar burocracias e trazer maior segurança ao trabalhador. O anúncio do Programa Descomplica Trabalhista foi feito no último dia 22, em um evento no Palácio do Planalto, pelo Presidente Jair Bolsonaro.

Além do módulo eSocial Simplificado, o programa Descomplica Trabalhista revogou 48 portarias consideradas obsoletas pelo Ministério da Economia e ainda, criou a nova NR-31, também conhecida como Norma Regulamentadora trabalhista do setor do Agronegócio.

grupo bplan

O que muda no eSocial Simplificado?

O novo modelo de eSocial (eSocial Simplificado) ganhou agora um aplicativo muito mais simples, que busca facilitar o preenchimento das informações, além de eliminar diversos campos de preenchimento que foram considerados desnecessários no processo, fazendo assim, com que o processo seja mais rápido.

Além disso, foram retiradas do formulário algumas informações como o número de RG e CNH (Carteira Nacional de Habilitação), pois estes, já constam na base de dados do governo. A partir de agora, o único número de identificação do trabalhador solicitado será o CPF.

Quanto as regras de validação, agora no novo eSocial, elas não impedem mais a transição de dados e os impedimentos, agora serão substituídos por avisos, o que vai evitar a cobrança de multas por atraso na entrega das informações.

Segundo o secretário do Trabalho do Ministério da Economia, “Agora, da forma como o eSocial está, ele vai reduzir em 40% o tempo de processamento da folha de pagamento. Isso é melhoria do ambiente de negócio e diminuição do custo Brasil”.

E de acordo com Bruno Dalcolmo, secretário do Trabalho do Ministério da Economia, “Nós olhamos para esse sistema e passamos a vê-lo do ponto de vista do usuário, seja ele o proprietário, seja ele o trabalhador. Priorizamos o que é absolutamente indispensável e exigência legal. Fora isso, a gente precisa simplificar e desburocratizar”.

grupo bplan

Precisa melhorar a Segurança do Trabalho em sua empresa?

O Grupo Bplan já está no mercado a mais de 10 anos, prestando uma assessoria completa em Saúde Ocupacional e Medicina do Trabalho, atendendo grandes empresas Brasileiras. 

Tem alguma dúvida sobre esse assunto? Precisa de um suporte sobre as questões de saúde e segurança do trabalho para a sua empresa? Então entre em contato agora mesmo com a nossa equipe!

CLIQUE AQUI PARA FALAR CONOSCO NO WHATSAPP



Deixe um comentário

Chamar no Whatsapp
Chamar no Whatsapp
Precisa de ajuda?